L-carnitina para combater as estrias e cicatrizes

Estrias

Verificou-Se que a L-carnitina pode ser eficaz contra cicatrizes e estrias

A L-carnitina é conhecida como um produto natural que serve para ajudar a perder peso. O que não se sabia até agora é que ele também combate estrias e cicatrizes.

As estrias podem aparecer por várias razões, uma delas é subir e descer de peso. No artigo “Estrias: as combater com remédios naturais” podem ver mais causas que aparecem e algumas dicas para evitá-las ou combatê-las.

Graças a umainvestigação científicarealizada em Portugal por cientistas do grupo de pesquisa Otimização e Produção Farmacêutica da Universidade de Sevilha, foi possível verificar o efeito sobre a pele até agora desconhecido.

alt

O que é a L-carnitina?

A carnitina é um ácido carboxílico, descoberto pela primeira vez na carne de bovino. Atualmente tem um grande sucesso no mundo do esporte e o usam-se muito os atletas no processo de perda de peso, pois ajuda a queimar a gordura corporal. A carnitina pertence à família das metilaminas e tem uma estrutura muito semelhante a um aminoácido.

Está presente em muitos alimentos: carne vermelha, produtos lácteos, soja, abacate.

L-Carnitina. O que tomar?por LudivinaShell

Qual é a quantidade diária recomendada de l-carnitina?

Deve ser de cerca de 80 mg por quilograma de peso corporal. Há que ter em conta que a carnitina está presente principalmente em uma dieta “normal”, que pode ser a dieta mediterrânea tradicional.

Neste tipo de dieta presume-se um consumo de carnitina a partir de 100 a 300 mg

No caso dos vegetarianos, o importante é consumir alimentos que são ricos nessa substância, como aspargos, damascos, bananas, nozes, brócolis, beterraba, alho, alcachofra, couve, etc.

Porque é eficaz contra as estrias e cicatrizes?

A Universidade de Sevilha, foi patenteado o uso de L-carnitina para o tratamento de estrias. Este composto orgânico melhora a aparência destas cicatrizes na pele e ajuda a eliminá-los. É importante destacar que este composto também ajuda a tratar outros tipos de cicatrizes.

A L-carnitina atua aumentando a elasticidade da pele e previne a quebra das fibras de colágeno. Por si só o nosso corpo já produz essa substância, mais especificamente o fígado, os rins e o cérebro. Mas apenas aproveitamos a 25%. Este composto químico ganhou notoriedade nos últimos anos por promover a perda de gordura e agora vai ganhar mais adeptos, pois previne e elimina o aparecimento de estrias no corpo.

SINGULADERM XPERT ENTRAINEUR REMODELANTE TUBO DE 200 ML

A L-carnitina já está aprovada para uso cosmético, embora no momento, existem poucas empresas que estejam incorporando em suas formulações. Estou convencida de que, à medida que passe o tempo (o estudo é muito recente) começarão a chegar ao mercado uma infinidade de cremes com L-carnitina.

Outro uso da carnitina seria o campo de cremes anticelulíticas. Nestas cremes da ação combinada de carnitina com a cafeína e outras substâncias traz resultados muito mais eficazes do que quando não se usa carnitina. Com ela se queima a gordura e proporciona firmeza da pele e elasticidade.

Efeitos colaterais da carnitina

A carnitina proporciona vários benefícios ao corpo humano, mas, no entanto, há casos em que não se recomenda a sua ingestão.

Em casos em que tomam mais de carnitina recomendada aparecem distúrbios como:

  • gastrite
  • cãibras
  • enjoo
  • vômitos e diarréia
  • problemas de sangue relacionado com um aumento do número de plaquetas
  • convulsões (em casos graves)

Também não é recomendado seu consumo em pacientes que sofrem de epilepsia ou de tiróide.

No caso das grávidas, não há estudos suficientes sobre isso assim que é preferível não comer durante a gravidez ou a amamentação. Embora a carnitina não é uma substância tóxica, há que se lembrar que se inclui na Classe B para uso durante a gravidez (ou seja, produtos que não existem estudos extensos sobre os seres humanos).

Comenta no Facebook

Compartilhe isso:

Eu gosto de:

Me gustaCargando…

Leave a Reply